O associativismo é fundamental numa sociedade democrática. As associações contribuem para uma melhor organização da sociedade e estimulam a participação cívica dos indivíduos, incluindo-os nos processos de tomada de decisão a nível económico, social e cultural. As associações são, ainda, o melhor exemplo de cooperação e solidariedade, características fundamentais na já referida sociedade democrática.

Em 1943, um grupo de homens pro-ativos, sabendo que poderiam ser parte ativa da sociedade poveira de então, criaram uma associação que marcaria a cidade nas décadas seguintes – O Clube Desportivo da Póvoa.

Não prosseguimos com a narração da história porque essa já é conhecida. Prosseguimos com um agradecimento a todos os sócios que quiseram fixar o seu nome na história deste clube, contribuindo para a promoção do desporto na nossa cidade, levando-o de forma transversal a todos os jovens poveiros.

Em cada aniversário chegam até nós as estimulantes histórias que foram moldando este clube e as pessoas que por aqui passaram e não ficamos indiferentes ao poder que o trabalho cooperativo tem na vida de cada pessoa. Criam-se laços para a vida. Criam-se redes de valores transmitidos de geração em geração. Cria-se uma sociedade mais participativa, mais concretizada, mais justa.

Este ano, ao atribuirmos o emblema de platina ao senhor António Extremina, sócio número 30, filiado em 1946, sentimos o peso de uma herança ímpar. Peso, será apenas uma força de expressão porque, efetivamente, carregamos com orgulho esta missão. Aqui encontramos os valores fundamentais a transmitir aos nossos filhos, aos nossos atletas: cooperação, solidariedade, igualdade e participação ativa na construção de uma sociedade democrática.

Quisemos partilhar convosco, juntamente com as fotografias dos sócios galardoados com os emblemas de prata, ouro e platina, esta reflexão na esperança que possa instigar quem a lê a ser parte ativa no Clube Desportivo da Póvoa. Basta ser sócio porque neste simples ato já é ser ativo, já é estar presente.

 

Emblema de Platina

António Extremina, sócio número 30.

 

Emblemas de Ouro

João Paulo, sócio número 184.

João Manuel Mariz, sócio número 166.

Elvira Ferreira, sócia número 51.

António Silva, sócio número 129.

Amadeu Coelho, sócio número 139.

Tomé Alexandre, sócio número125.

Rui Campos, sócio número 51, em representação de Maria Madalena Campos, sócia número 134.

José Manuel Duarte, sócio número 154.

 

Emblemas de Prata

Catarina Alves, sócia número 711.

José António Figueiredo, sócio número 755.

Paulo Sérgio Nunes, sócio número 638,  em representação de seus filhos: Ricardo Nunes, sócio número 676 e André Nunes, sócio número 714.

André Sousa, sócio número 702.

Rui Silva, sócio número 691.

Hugo Matos, sócio número 679.

Fátima Silva, sócia número 678.

Partilhar